Mobilário

A colecção de mobiliário afirma-se como uma das mais significativas e de maior unidade artística existente nas colecções nacionais. Constituída por mais de 600 peças, oferece um panorama abrangente deste ramo das artes decorativas, entre o final do século XVI e o século XIX, com especial ênfase nas produções do Barroco, do Rococó e do neoclassicismo. Assinale-se ainda o núcleo luso-oriental que integra um diversificado conjunto de peças em tipologias, materiais e técnicas, resultante da presença dos portugueses na costa oriental da África, Índia e Japão.

Mesa de Apoio

Portugal, José Aniceto Raposo, século XVIII (final) Espinheiro marchetado com pau-santo e buxo (natural e tingido de verde); tampo forrado de veludo Inv. 345 Mesa de influência inglesa (drum table) [+]

Preguiceiro

Portugal, século XVIII (meados) Pau-santo entalhado, couro liso e lavrado, pregaria metálica Inv. 195 Magnificamente entalhado, com curvas e contracurvas harmoniosamente ritmadas, folhagens, concheados e vazados característicos do Rococó, o [+]

Mesa de quatro tampos

Portugal, século XVIII (terceiro quartel) Pau-santo e pau-rosa com embutidos de pau-rosa, pau-cetim e marfim Ferragens em prata cinzelada Inv. 302 Peça de grande elegância, é considerada um dos mais [+]

Oratório de suspender Namban

Japão, século XVI (finais) Arte Namban – período Momoyama (1573-1615) Madeira lacada de negro. Incrustações de madrepérola (raden), pó de ouro e prata (maqui-e). Pintura a óleo sobre cobre. Ferragens [+]

Escritório Indo-português

Móvel indo-português de influência Mogol, século XVII Estrutura em madeira de teca, faixeada e embutida a limoeiro do Ceilão, pau-santo da Índia, marfim natural e tingido e fio metálico incrustado. [+]